quarta-feira, 21 de junho de 2017

Nós

Passeio pelos teus olhos
Negros como aquele rio
Repouso em ti meus dedos
Sinto do vento o arrepio

No escuro do teu rio
Molho minha calma
Seco minha alma
O meu calor esfrio

E no colo do teu riso
Deito feito um laço
Balanço feito guizo
Me refaço num abraço

Em ti sou mais eu
Em mim sou mais tua
Sob teus olhos breu
Estou sempre nua

Teus passos me seguem
Tua boca me molha
Entreolhares me fervem
Teu toque me devora

A pressa da tua saudade
Afasta meu medo de maldade
Aproxima teu amor do meu peito
Me entrego a ti, lar perfeito

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Versinho

Essa é a história da republicana
Que que apaixonou pela princesa
Seu reino que era de medo
Foi invadido de certeza
Descobriu que podia presidir a vida só
Mas dividir com a realeza é muito melhor

quarta-feira, 26 de abril de 2017

RIP CLT

Sonhei que tínhamos uma CLT
Não era perfeita, mas dava pro gasto
Trabalhador tinha proteções, garantias
Era até bem lindo de se ver

Sonhei que entrava, saía governo
Todo mundo pela CLT zelava
Um ou outro até era mais ousado
E, no que podia, incrementava

Sonhei que ousaram jogá-la no lixo
Mas o povo se coordenou pra greve
E o parlamento em um ataque breve
De cara limpa matou a CLT, bicho

Acordei do sonho assustada
E senti escorrer o sangue
Da severa apunhalada
Não era sonho nenhum

Eu estava o tempo todo acordada
Ou talvez anestesiada.
Com certeza estarrecida
E muito muito entristecida.

Esse cheiro fúnebre
Vem daquela pira parlamentar
Incineraram nossos direitos
Reduziram a pó nossa dignidade

domingo, 23 de abril de 2017

Queria você aqui

Queria você aqui pra eu te encher de beijos, pra te abrir meu maior sorriso, pra te vestir com as minhas mãos, passear pelos teus cabelos com todo meu carinho, queria você aqui pra me deitar no teu colo e encher meus pulmões do cheiro profundo de amor que levas no cangote, queria você aqui e sentir nossas almas sempre despidas de tudo a cada toque, beijo, olhar. Queria você aqui pra me debruçar sobre a janela do teu coração e ver a mais linda paisagem que meus olhos graúdos já viram. Queria você aqui pra te ver despertar sem abrir os olhos mas abrir o sorriso quando ouvir a chuva que cai lá fora. Queria você aqui pra me derreter quando tuas mãos me caçam antes de dormir, no meio da madrugada e logo que acorda. Queria você aqui pra matar na unha e sem pressa a saudade imensa de tudo o que ainda vamos viver.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Quero banho

Banho de chuva
Banho de cacimba
Banho de cachoeira
Banho de toda maneira

Banho de chuveiro
Banho no banheiro
Banho de banheira
Banho de toda maneira

Banho de amor
Banho de sorte
Banho no calor
Banho bem forte

Banho de beijo
Banho de carinho
Banho de gato
Banho de língua

Banho com ela
Banho nela
Banho dela
Banho pra ela

Banho quente
Banho gelado
Banho longo
Banho rápido

Banho com sais
Banho com velas
Banho com cheiros
Banho com incensos

Banho de rio
Banho de mar
Banho de igarapé
Banho de lago

Recomeço

Ganhei um recomeço
De presente de mim
Para mim mesma

Não tem preço
O poder de começar
Tudo de novo

Renovar o apreço
De quem já estava
Conquistar o de quem chega

Se não me engano te conheço
Te enganas sim
Sou outra ilha, mar imenso

Um começo novo
Valores sempre cultivados
Sim, mereço
Esse e qualquer recomeço

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Cigarro

Tirei da boca dela
aquele cigarro
Ele deixava o beijo dela
com gosto amargo
e o cheiro ruim do meu passado

Coloquei na boca dela
aquele beijo,
de todos o mais apaixonado
Às vezes ela parecia sem jeito
Mas vinha e me puxava
Falava no ouvido algo sussurrado

Coloquei nas mãos dela
A minha condução
De todas as danças
Que cabiam no salão
Ela me deixou bem mansa
Eu já sabia que de todas elas
era(é) aquela alta e bela

Coloquei o cigarro dela
Na minha boca
Pra fazer mandinga
Acho que eu tava louca
Eu só queria o beijo dela
Sem gosto do que foi
Só gosto do que é
Gosto do que vai agora ser
Enquanto eu viver
E teus beijos ter.

sábado, 1 de abril de 2017

Abril

Naquela noite de abril
Parecia mentira
Quando cheguei
Teu sorriso se abriu

Comprei o chocolate
Pra ti o favorito
Escolhi o azul vestido
Cor que amaste

A chuva era grossa
De final de inverno
A noite era nossa
De início de eterno

Cheiro de chuva
Gosto de vinho
Cheiro de uva
Gosto de carinho

Eu, você
A eternidade
Meu bem querer
Minha verdade

Meu banquete
Sobre a cama
Meu descanso
Sobre a mesa

Teus olhos são rios
Onde eu mergulho
Sem temer a intensa
Força e o barulho

Meu lar, minha casa
Em ti vou viver, morar
Contigo verei esse amor
Crescer,florescer

E virão Maios, Marços
Junhos e Setembros
Flores coloridas, sóis
Folhas secas, temporais

Mas não passará esse amor
Não passará nossa vontade
No frio sejamos calor
E sempre reciprocidade

terça-feira, 14 de março de 2017

Amor-luz

Tem cheiro de romance
Tem gosto de romance
Tem som de romance
Só pode ser romance

Tem história de amor
Tem força de amor
Tem tamanho de amor
Só pode ser amor

Eu só precisava de uma chance
Eu só precisava de você
Eu só precisava do seu amor
Eu só precisava desse romance

A luz era tão forte que ceguei
Esfreguei os olhos e era você
Alumiando meu lado escuro
Altiando meu lado mais fundo

Brilha, brilha, meu amor
Brilha que teu brilho é  meu farol
Ilumina minha vida
Com teu amor-luz

Futuro do Presente

Proclamarei poemas e repúblicas
Derrubarei copos e impérios
Afundarei naus e reinados

Roubarei tesouros e piratas
Distribuirei o ouro e a prata
Guardarei para ti a coroa

Ordena-te-ei meu amor fiel
Coroar-te-ei com flores
Sucumbirei às tuas ordens

Publicarei tuas leis de amor
Cumprirei teus decretos de beijos
Selarei tua paz no meu peito

Farei de ti minha rainha
Governarei teus sorrisos
Declamarei minhas rimas

Derramarei lágrimas felizes
Perdoarei todos deslizes
Ouvirei sempre o que dizes

Escreverei nossa história
Serei tua senhora
Qualquer dia, qualquer hora