segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Passei o dedo sobre o móvel
e ali senti o repouso o passado
No silêncio do pó esfarelado
Não era poeira, mas tuas cinzas

Eu supus ter te queimado em mim
Quando fogueei ao riscar o fósforo
Todas as cartas e lembranças que
Deixastes escritas em minh'alma

Queimei tu, tuas coisas, nós, nossos nós
E das cinzas que subiram renasci
De todo o pó adormecido na estante,
Metade era eu e metade era você.

E ali queimados entre nós mesmos
Fomos surpreendidos pelo vento
O sopro do universo que nos separou
Para que nos refizéssemos de vez

Hoje sou outra, tu não és a mesma
Ainda bem! Somos melhores!
E somos gratas ao fogo que nos fez pó
Ao pó que nos fez de nós mesmas

Nada mais me assusta
Teu cadáver não me assombra
Minha missa você cancelou
Estamos vivas e felizes

Que caminho mais lindo o universo nos mostrou
Que amores mais lindos nos esperavam
Que amizade verdadeira o "nós" se tornou
Que verdades mais únicas nos libertaram

Feito de Amor

De material muito frágil
Foi feito nosso sentimento
Talvez de papel,
Que um dia poderá rasgar
Talvez de vidro,
Que um dia poderá quebrar
Ou até mesmo de ouro,
Que um dia poderá ser roubado

Seria interessante
Se nosso sentimento fosse azul
Feito o céu
Inexplicável, infinito
E inabalável
Que as pessoas admiram
Em que as pessoas se inspiram

Muito mais que isso,
Estaria presente na vida de todos,
Presenciaria as mais
Marcantes e impressionantes
Revelações humanas

Talvez um dia ele se torne assim, de céu
Mas agora é hora de
fortalecer as bases
para receber  os próximos barcos,
as próximas águas.

Que esse sentimento
Seja feito de amor
Do mais puro amor
Do mais puro desejo
De ser feliz

É, acho que descobri
O nosso elo de ligação
Esse sentimento indomável
É nada mais nada menos que Amor.


Ó Lua

Não tenhas medo,
De me aceitar,
De se aceitar
A lua está ali em cima
Tomando conta da gente
E sozinho a gente nunca vai estar
Pois a lua é nossa amiga

Você vai estar sempre comigo,
E eu sempre contigo
E a lua conosco
Nos protegendo e iluminando
Iluminando nosso amor, nossa noite

Nada pode nos separar
Mesmo que nunca fiquemos juntos
Porque a lua é uma só,
Grande e bonita,
Porque o meu amor é um só,
Grande e bonito.

Não permita que o medo
Escureça a nossa noite,
Ela é linda,
E precisa ser vivida a dois
Venha, sente, diga sim e veja
Como a lua é nossa amiga...

Para Dirceu II

E nos teus olhos eu mergulho quando te vejo
Ali me permito me afogar em tuas palavras
Mas é o teu sorriso tímido e nervoso
Que tira o ar do meu peito

E é meio sem jeito que eu digo ao meu ar:
"Volta pro peito que é lá onde ele está"

E você permanece aqui, dentro de mim
Tão docemente que chega a assustar
Mas, por favor, devolva-me o ar

Faz de mim teu balão
Enche-me de amor, beijos e carinho
Porque de desejos sinceros já estou preenchida
Quando você vier estarei completa
Com o calor do teu abraço e do teu afago

Faço o meu mim-balão voar
Voar pra bem longe
Onde a vista é linda e posso te amar
Sem o risco de que alguém
Nos interrompa ou nos rompa
Neste sublime momento.

Para Dirceu I

Condeno-me por pensar em ti
Já sou tua como Marília d'Dirceu
Falta tu te assumires como tal
E todo meu amor será teu

Se em ti não pensar
Deixo de viver
Porque é a tua lembrança
Que me mantém viva

Por favor sobreviva
Resista a este torpor
Permita-se enfim um bom amor

Se ao tirar a pedra
Me vires em teu caminho
Não hesite em correr ao meu encontro
Porque por este reencontro
Que me mantenho no caminho
Até o dia em que poderei te dar
Todo o meu carinho

domingo, 12 de novembro de 2017

Quero

Quero saber o número do teu apartamento
O motivo do teu encantamento
Escolher meu vestido branco pra usar no teu casamento

Quero ser tua esposa,
da tua uva a raposa
Das tuas opções a escolha

Quero ser tua chuva na manhã de domingo
Ser teu transbordar amor, muito além de simples respingo
Tua paz num olhar, não peço nem mendingo

Quero ser tua sempre namorada
Contar a piada mais abobalhada
E morrer de rir da tua risada

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Poema para ela



Das poesias que escrevi
Nenhuma se compara a ti
Tu rimas sempre comigo
Eu rio sempre contigo

Das músicas que já cantei
Nenhuma a ti se compara
És o canto de voz rara
A melodia que não ensaiei

Nos estúdios tu não és música
Mas o segredo bem guardado
O lirismo do amor mais amado
Desafiando o som da Física

Em nosso peito faremos palco
Meu show de riso feliz e largo
Teu samba de uma nota só
Nosso amor-laço, jamais nó.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Todas as noites

Eu quero mergulhar no perfume da tua pele e no macio dos teus cabelos

Todas as noites, as noites todas

Eu quero me olhar no espelho e ver você, porque tu habitas todo meu ser

Todas as noites, as noites todas

Eu quero me deitar sobre o teu corpo, fazer do teu peito o meu leito

Todas as noites, as noites todas

Eu quero o ciúme do vento que sopra no teu rosto de criança e assobia e arrepia teus pêlos

Todas as noites, as noites todas

Eu quero teu riso, teu canto, teu brilho, teu encanto, ser teu chão, teu piso

Todas as noites, as noites todas

Quero mergulhar em tuas águas profundas, dedilhar canções de prazer em gemido baixinho no pé do ouvido

Todas as noites, as noites todas

Quero ser tua, despida de mentiras, nua de verdade,  inteiramente tua

Todas as noites, as noites todas

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Amor invisível

Nossos corpos ficam invisíveis
Nossos copos é normal que esvaziam
Bebemos barris de mágoas
De cada vez em que nos escondemos
De cada sorriso que disfarçamos
De cada carinho que reprimimos

O meu amor tem nome
Também tem sobrenome
Profissão e família
Ela é mais que os símbolos
Que a gravam na minha agenda
Ela é meu contato favorito

Ainda bem que o meu amor
É também minha amiga
Senão, quantas vezes teria mentido?
Dizendo "essa é minha amiga"
Para quem não suportam
O amor de duas mulheres.

É meu direito ser quem eu quiser
É meu direito amar quem eu quiser
É meu direito ser livre e feliz
É seu dever nos respeitar
É seu dever nos aceitar
É seu dever não nos invisibilizar.

Quero

Tu me invades feito cardume
Aquieta em meu peito teu acesume
Liberta da garganta o teu grito
Afasta de mim todo mau espírito

Acontece que em ti sou mais eu
Mergulho no rio dos teus olhos breu
Abraço tua alma sempre lavada
Com meu coração lavandado

Quero existir na tua vida
Quero sarar tua pior ferida
Nunca mais ser adeus ou partida

Quero que sejas minha noiva
Minha leal e linda esposa
Toda tua imensa alegria me repousa